O que é a prova do Revalida?

07 de abril, 2017
4699
0

Indispensável para todos os médicos que realizaram a graduação em instituições no exterior, o Revalida é o exame validado pelos Ministérios da Saúde e Educação para o reconhecimento de diplomas estrangeiros de medicina. Sem ele, o profissional não consegue a autorização do Conselho Regional de Medicina para desempenhar atividade médica em qualquer instituição do país.

Como a atividade médica é regulada?

Pela legislação brasileira, cabe ao Conselho Regional de Medicina realizar a fiscalização da prática de medicina em todo país, impedindo que indivíduos sem capacitação necessária possam colocar vidas em perigo. Esse controle é feito, principalmente, pelo CRM, um número concedido a todos os profissionais qualificados, e que pode ser verificado por qualquer cidadão.

Para conseguir o número do CRM, o médico precisa ir até o Conselho Regional de Medicina do estado onde deseja trabalhar com o diploma concedido por instituição reconhecida ou resultado positivo na prova do Revalida.

Como funciona a prova do Revalida?

Basicamente, o exame é dividido em duas partes. A primeira etapa é composta por prova escrita, que mescla questões de múltipla escolha e discursivas. Para ser aprovado para a próxima fase, o concorrente precisa atingir a pontuação mínima exigida pela banca.

A segunda fase é constituída pela prova prática. Nessa etapa, são testadas as habilidades clínicas do profissional dentro das áreas médicas, que são: clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, cirúrgica e epidemiologia. Assim como a etapa anterior, essa também tem caráter eliminatório.

Revalida nos últimos anos

Criado em 2010, o exame passou a ser obrigatório logo no ano seguinte. Em sua primeira edição, um total de 628 candidatos se inscreveram para a prova, mas só 281 compareceram no dia e o número de aprovado foi de apenas 2, de acordo com dados do governo. Em 2015, esse percentual subiu consideravelmente, chegando a 3.993 inscritos e 1683 aprovações, o que representou 42% das aprovações.

No ano passado, um total de 7.183 pessoas realizaram a pré-inscrição para o exame. Desses, 6.571 foram autorizados a participar do processo e somente 2.304 conseguiram chegar à segunda fase do Revalida. O resultado final ainda não foi divulgado.

Preparação para prova do Revalida

Desde que foi criada, a dificuldade da prova é um dos pontos que mais assustam quem precisa revalidar o diploma de médico. Nesses seis anos, a melhor percentagem foi em 2015, que mesmo assim registrou 54,7% de reprovações. Com um cenário tão complicado, uma preparação adequada para a prova é essencial para conseguir a permissão para exercer a profissão.

Para ajudar quem está nessa situação, a Medcel desenvolveu diferentes formatos de cursos preparatórios para a prova de Revalida. O conteúdo programático foi desenvolvido com base nas estatísticas dos últimos 5 anos. Com professores das principais instituições médicas do Brasil e uma metodologia de ensino avançada, o curso vai preparar você para estar entre os poucos que conseguirão a aprovação.

Quer passar na prova do Revalida? Acesse: Curso Revalida.

Matérias mais lidas

Quais são as áreas da medicina?

Clique e leia a matéria completa

Pílula anticoncepcional: entenda como funciona esse método contraceptivo

Clique e leia a matéria completa

Quanto ganha um cirurgião geral?

Clique e leia a matéria completa