Revalidação de diploma médico: como funciona o processo

19 de abril, 2017
6282
0

Todo médico que deseja exercer a profissão em solo brasileiro precisa ter seu CRM Médico. Fornecido pelo Conselho Regional de Medicina, esse número é único e serve como uma identificação para todo o profissional, e pode ser verificado por qualquer cidadão. A revalidação do diploma é o processo pelo qual os médicos graduados em instituições no exterior precisam passar para terem direito a requisitar o CRM. A regra vale tanto para profissionais brasileiros quanto estrangeiros.

Como funciona a revalidação do diploma?

Toda a instituição brasileira, para poder oferecer o curso de medicina aos seus alunos, precisa cumprir com as exigências curriculares feitas pelos Ministérios da Saúde e Educação, que faz avaliações regulares da qualidade do ensino nesses lugares. Isso garante um controle do nível dos profissionais formados dentro do país.

Por serem ligadas a outros órgãos controladores, não há como os Ministérios avaliarem a qualidade do ensino de instituições de fora do país, mesmo que sejam de países referência em medicina.

Todo o processo de revalidação do diploma era realizado de forma descentralizada, em algumas universidades brasileiras habilitadas. Em 2010, o Governo começou a experimentar uma forma de unificar esse processo, criando o Revalida, que passou a ser obrigatório a partir de 2011.

O que é Revalida?

Parte essencial do processo de revalidação do diploma médico, o Revalida é o exame aplicado por universidades parceiras do MEC. A prova tem como objetivo avaliar se os médicos formados no exterior conseguem atingir o nível exigido para exercer a profissão no Brasil.

A prova do revalida é constituída de duas etapas: na primeira fase, o candidato passa por um exame escrito, composto por questões discursivas e de múltipla escolha. Já na segunda fase, o médico realiza uma prova prática, que fará a avaliação de suas habilidades nas principais áreas médicas: clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, cirurgia e epidemiologia.

Quanto tempo demora a revalidação do diploma?

Não há uma data definida para a finalização do processo, que depende totalmente das universidades. Mesmo o processo sendo unificado, são as instituições que detém a autorização para dar seguimento à revalidação do diploma, o que acontece depois de os resultados serem divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Documentos exigidos

  • Diploma médico expedido em Instituição de Ensino Superior
  • Exame de proficiência em língua estrangeira, apenas para profissionais estrangeiros

Preparação para a prova do Revalida

Desde que foi criada, a prova do Revalida apresenta alto nível de dificuldade. Em todas as edições, até agora, a porcentagem máxima de aprovação foi de 42%. Ou seja, mais da metade dos candidatos são reprovados no exame.

Uma forma de superar essas estatísticas é realizar o curso preparatório para a prova de revalida da Medcel. Todo o conteúdo foi elaborado por profissionais das mais conceituadas instituições de ensino médico do país, tendo como base os temas mais cobrados em concursos da área.

Faça sua matrícula agora!

Curso Preparatório para Prova do Revalida

Matérias mais lidas

Quais são as áreas da medicina?

Clique e leia a matéria completa

Pílula anticoncepcional: entenda como funciona esse método contraceptivo

Clique e leia a matéria completa

Quanto ganha um cirurgião geral?

Clique e leia a matéria completa